Bitcoin volta a bater recorde e ultrapassa os US$ 12 mil

Enquete

O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Obrigações do Dia

  • 19/Outubro/2018
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras
  • Informe de Rendimentos Financeiros - PJ
  • INSS | Previdência Social

Indicadores Econômicos

Moedas - 17/10/2018 13:10:43
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,682
  • 3,683
  • Paralelo
  • 3,670
  • 3,890
  • Turismo
  • 3,660
  • 3,880
  • Euro
  • 4,249
  • 4,252
  • Iene
  • 0,033
  • 0,033
  • Franco
  • 3,709
  • 3,710
  • Libra
  • 4,829
  • 4,831
  • Ouro
  • 146,090
  •  
Mensal - 04/10/2018
  • Índices
  • Ago
  • Set
  • Inpc/Ibge
  • -
  • 0,21
  • Ipc/Fipe
  • 0,41
  • 0,39
  • Ipc/Fgv
  • 0,17
  • 0,34
  • Igp-m/Fgv
  • 0,70
  • 1,52
  • Igp-di/Fgv
  • 0,68
  • -
  • Selic
  • 0,57
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,58
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

Parceiros

  • Criptomoeda causa temor de nova bolha econômica para analistas

    Pouco mais de uma semana após ultrapassar a marca dos US$ 10 mil, a criptomoeda Bitcoin voltou a bater recordes de valorização nesta quarta-feira (6) e já é negociada acima dos US$ 12 mil.

     De acordo com especialistas, a alta de hoje tem a ver com a liberação das autoridades dos Estados Unidos para a negociação de contratos futuros em Bitcoin. A CBOE começará a negociar esses contratos no dia 10 de dezembro, enquanto o CME Group fará as negociações em 18 de dezembro.
    Atualmente, com essa série de recordes, o valor de mercado do Bitcoin já está em US$ 200 bilhões - contra "apenas" US$ 16 bilhões do início do ano.
    No entanto, o mercado analisa esse avanço rápido da moeda virtual de maneira cautelosa, já que há o temor de uma nova bolha nos mercados. (ANSA)

    fonte: noticiasaominuto.com.br

     

    Site desenvolvido pela TBrWeb  (XHTML / CSS)
    Grupo Roma  | Rua Dom Armando Lombardi, 474 - Vila Progredior  | São Paulo, SP  |  Cep:05.616-011  |  Fones 11. 3721 2104 / 3721 2114 / 3721 3297